Ilumencarnados seres

gilberto gil

gilberto gil

Biografias

Gilberto Gil nasceu em 26 de junho de 1942, em Salvador. Vinte dias depois, a família, que se mudara para a cidade apenas para o nascimento da criança, volta para Ituaçu, no sertão da Bahia. Lá, Gil passou a infância. O filho do médico José Gil Moreira e da professora Claudina Passos Gil Moreira formou-se em Administração, mas desde cedo já demonstrava interesse pela música.

meu caminho pelo mundo
eu mesmo traço
a bahia já me deu régua e compasso
quem sabe de mim sou eu
- aquele abraço!
Gilberto Gil

Por influência de Luiz Gonzaga, fez aulas de acordeom, porém escolheu o violão quando resolveu seguir o caminho da música popular. Gilberto Gil – sua música, sua interpretação, um compacto duplo gravado em 1963, marcou o início de sua trajetória de sucesso na música popular brasileira.

No ano seguinte, ao lado de Caetano Veloso, Gal Costa, Maria Bethânia, Tom Zé e outros, Gil participou do espetáculo Nós, Por Exemplo, em Salvador. Mas foi em 1967 – após lançar seu primeiro LP, Louvação – que passou a inserir novas sonoridades à música popular brasileira. Com “Alegria, Alegria” (Caetano) e “Domingo no parque” (de sua autoria), segundo lugar no III Festival de MPB da TV Record, fez eclodir o Tropicalismo, movimento que logo começou a incomodar a ditadura militar.

Presos, Gil e Caetano acabaram exilados em Londres. No início de 1972, Gil retornou ao Brasil, dando continuidade a uma obra que reuniria grandes clássicos do cancioneiro popular: “Expresso 2222”, “Xodó” (de Dominguinhos e Anastácia), “Refazenda”, “Refavela”, “Não Chore Mais” (versão para “No Woman, no Cry”, de Bob Marley), “Realce” e “Super-homem – A Canção”.
Sua seqüência de discos batizados com o prefixo “Re” – Realce, Refazenda, Refavela e Refestança – consolidou a carreira de sucesso. Em 1975, Gil gravou com Jorge Ben (Gil Jorge Ogum Xangô, também chamado Gil e Jorge). No ano seguinte, gravou também com os Doces Bárbaros – grupo formado por Gil, Caetano, Gal e Bethânia.

Nos anos 80, ele intensificou suas apresentações no exterior e assinou trilhas sonoras para dois filmes de Cacá Diegues. No final daquela década, em um gesto inédito para um músico brasileiro, Gil teve sua primeira experiência como político, tornando-se vereador em Salvador.
Entre seus trabalhos nos anos 90 estão os discos e shows Tropicália 2, com Caetano (1993), e Gilberto Gil Unplugged (1994). O definitivo reconhecimento internacional veio em 1998, quando Gil faturou o Prêmio Grammy de melhor disco de World Music por Quanta Gente Veio Ver. Em 2000, lançou dois CDs: a trilha sonora do filme Eu Tu Eles, de Andrucha Waddington, e Gil e Milton, com Milton Nascimento. Dois anos depois, chegou às lojas Kaya N’ Gan Daya, com regravações de Bob Marley e canções de sua autoria.

Ainda em 2002, Gil tornou-se Ministro da Cultura do governo de Luís Inácio Lula da Silva, cargo que também ocupa durante o segundo mandato do presidente. Em agosto de 2004, realizou um show na ONU em homenagem às vítimas do atentado à sede da organização em Bagdá. No ano seguinte, recebeu do governo Francês a “Légion D’Honneur Grand Officier”.
Gilberto Gil segue compondo, fazendo shows e mostrando a força de nossa música para as mais diversas platéias do Brasil e do mundo.